Madonna faz sessão surpresa de W.E. e convidado fala sobre o filme

Com seu novo filme finalizado e pronto para ser apresentado a Festivais e em seguida percorrer os cinemas do mundo, Madonna chamou algumas pessoas chaves para uma sessão exclusiva de W.E., filme que conta a história de amor entre o rei da Inglaterra, Edward VIII e uma socialite americana divorciada, Wallis Simpson, que levou o soberano a abdicar do trono em 1936.

Um dos convidados foi o ator italiano Nicola Susino (prazer), e ele acabou falando sobre esse novo projeto da popstar:

“Tive o prazer de assistir a primeira exibição de W.E., o novo filme dirigido por Madonna. Ele conta a narrativa paralela de duas histórias de amor separadas por quase seis décadas.

A história mais notável é a da americana Wallis Simpson, que mais tarde se tornaria a Duquesa de Winsdor após seu amante Edward VIII acreditar no amor e abdicar do trono inglês para viver o romance com a mulher que ele realmente amava. Na época, Wallis Simpson foi retratada como uma das mulheres mais caluniadas na história da Inglaterra. O filme traz pela primeira vez, a história contada através do ponto de vista de Wallis.

Madonna, que não aparece no filme, excedeu minhas expectativas com essa romântica e íntima história. A fotografia é espetacular e a seleção de atores fantástica.

Tive um pouco de dificuldade para a história paralela da personagem principal Wally Winthrop, que se vê conectada com Wallis e sua história de amor.

Achei que essa versão da Madonna para a Duquesa foi tão artisticamente bem feita que adicionar uma história moderna complicou um pouco a narrativa que já seria emocionante

A trilha musical é belíssima, embora achei que tivesse referências de Wong Kar Wai (cineasta chinês) com seu filme In the Mood for Love (Amor à Flor da Pele no Brasil).

Tudo dito, eu fiquei completamente envolvido durante as duas horas do filme. Tem que ver!

.

W.E. será lançado no Festival de Veneza (de 31/Ago a 10 de Set),  e no final do ano deverá ter lançamento comercial nos cinemas pelo mundo. Além de dirigi-lo, Madonna co-escreveu com o amigo Alek Keshishian.