Após desvio de dinheiro, Madonna exclui a Cabala como apoiadora de seu projeto no Malauí

Foi divulgado que Madonna decidiu excluir a organização Kabbalah Centre, onde ela estuda há 17 anos, de ser uma das apoiadoras de seus projetos no Malauí, como a Raising Malawi, seu projeto social para auxiliar na educação da comunidade local.

Documentos fiscais divulgados pelo site Radar Online comprovam que o Kabbalah Centre não faz mais parte do conselho administrativo da Raising Malawi desde 16 de março de 2011, colocando em seu lugar o empresário Guy Oseary.

Segundo eles, o Kabbalah Centre foi acusado de gastar US$ 3.8 milhões de doações sem investir nos projetos determinados pela Raising Malawi. Após a descoberta do desvio, cerca de 2 milhões foram devolvidos à Raising Malawi.

O documento completo em PDF pode ser visto nesse link.