Forbes divulga os cinco clipes mais caros da história da música: três são da Madonna!

Numa época sem internet em que os clipes eram a grande surpresa e expectativa para assistir seus ídolos, e as gravadoras possuíam muito dinheiro para investir, apenas dois artistas reinavam absoluto: Madonna e Michael Jackson. Gastavam milhões para transformar em imagens os seus grandes hits na década de 80 e 90 e abusavam da tecnologia com incríveis efeitos visuais.

A revista Forbes publica uma lista atualizada dos vídeos mais caros da história da música e, corrigidos com a inflação de hoje, no Top 5, três são da Madonna e dois do Michael Jackson. Os reis do Pop.

“Enquanto outros artistas costumam usar clipes como uma forma de vender mais cópias de uma determinada canção ou álbum, os dois transformaram esse conceito em forma de arte, tentando se superar a cada novo projeto”, enfatizam.

 

1) Scream – Michael Jackson and Janet Jackson – 1995
custo: US$10.7 milhões (na época US$7 milhões)
Numa nave espacial os irmãos Jacksons escapam da Terra para gritar sobre a pressão que sofrem da imprensa. Dirigido por Mark Romanek, teve em seu lançamento 64 milhões de espectadores e fez história com seus efeitos visuais e a coreografia da dupla.

 

2) Express Yourself – Madonna – 1989
custo: US$9.4 milhões (na época US$5 milhões)
Dirigido pelo renomado cineasta David Fincher e inspirado no filme Metropolis. Madonna usa o seu poder para escolher o seu amado em cenários e figurinos que fizeram história.

 

3) Die Another Day – Madonna – 2002
custo: US$7.9 milhões (na época US$6.1 milhões)
Convidada a fazer a música chefe do filme 007, Madonna não poupo esforços e com a direção de Traktor, criaram uma história com forte inspiração cabalística em que Madonna trava uma luta interna no seu subconsciente entre sua parte negativa, representada por ela vestida de preto, contra sua parte positiva, a Madonna de branco. Entre cenas de tortura, lutas de esgrima e muitos efeitos especiais, ela se dá bem no final. Os diretores divulgaram na época que em todas as cenas há efeitos visuais e são tão perfeitos que nem consegue-se perceber.

 

4) Bedtime Story – Madonna – 1995
custo: US$7.7 milhões (na época US$5 milhões)
O surrealista vídeo de Madonna foi dirigido por Mark Romanek e traz inúmeras referências à arte moderna e efeitos especiais e nos faz viajar “nos braços da inconsciência”. É tão importante para a música e arte que faz parte da coleção permanente do Museu de Arte Moderna de Nova York – MoMa.

 

5) Black or White – Michael Jackson – 1991
custo: US$6.9 milhões (na época US$4 milhões)
O primeiro single do álbum Dangerous, teve lançamento épico mundialmente no mesmo dia com audiência estimada em 500 milhões de pessoas. Com 11 minutos a versão original, Black or White inovou por trazer efeitos especiais inéditos na época, como a transformação de Michael em pantera, e teve ainda a participação de Macaulay Culkin, o queridinho na época. Dirigido por John Landis.

A continuação da lista atualizada:

6. Britney Spears – Work Bitch (2013): US$6.5 milhões
7. Gun N’ Roses – Estranged (1993): US$6.5 milhões
8. Michael Jackson – Bad (1987): US$4.5 milhões
9. MC Hammer – Too Legit to Quit (1991): US$4.2 milhões
10. Busta Rhymes – What’s It Gonna Be?! (1999): US$4 milhões
11. Diddy – Victory (1998): US$3.9 milhões
12. Mariah Carey – Heartbreaker (1999): US$3.5 milhões
13. Celine Dion  – It’s All Coming Back To Me Now (1996): US$3.4 milhões
14. Michael Jackson – Remember the Time (1992): US$3.3 milhões
15. Backstreet Boys – Larger than Life (1999): US$2.9 milhões

madonnavideos