Madonna entra na briga e manda recado aos estilistas Dolce & Gabbana após polêmica com bebês de proveta

O mundo se estarreceu nessa semana por uma declaração bombástica dos estilistas Domenico Dolce e Stefano Gabbana que, em entrevista à revista italiana Panorama, descreveram crianças de pais gays nascidas de tratamentos de fertilidade como “sintéticas”. “Você nasce e tem um pai e uma mãe. Ou pelo menos deveria ser assim, e é por isso que não acredito em crianças criadas pela química, em bebês sintéticos, em barrigas de aluguel.”

Elton John foi o primeiro a se manifestar e iniciar um boicote à marca: 
“Com que direito você se refere aos meus belos filhos como ‘sintéticos’? E que vergonha de você colocando seus dedinhos cheios de julgamentos na fertilização in vitro – um milagre que permitiu a legiões de pessoas amorosas, gays ou heterossexuais, realizar o sonho de ter um filho. Esse pensamento arcaico está fora de sintonia com o tempo, assim como a sua moda. Eu nunca mais vestirei Dolce & Gabbana. #BoycottDolceGabbana”, publicou ele.

Em seguida, diversas celebridades manifestaram apoio a Elton John e postaram seus comentários. E agora chegou a vez da Madonna. Ela, que já foi garota propaganda da grife e vestiu diversos figurinos da dupla durante a carreira, deixou a amizade de lado e mandou um recado com classe através de seu Instagram:

“Todos os bebês tem alma, sejam lá como vieram nesse mundo em suas famílias. Não há nada de sintético em almas! Então, como podemos descartar a concepção in vitro e a barriga de aluguel? Cada alma vem a nós para nos ensinar uma lição. Em tudo tem a mão de Deus, mesmo na tecnologia. Tudo está conectado. Pense antes de falar!”

madonna-dolcegabbana

dolce-e-gabbana-elton-john-casais-gays-fertilizacao-in-vitro-1