Madonna revela que o novo show ainda não está pronto

Em nova entrevista de divulgação, dessa vez para o jornal canadense Journal de Montréal, Madonna revelou mais algumas curiosidades sobre a Rebel Heart Tour. Dentre elas,  revela que a apenas três semanas da estreia, o show ainda não está pronto.

“Estamos concluindo a parte final do show. Ainda estamos trabalhando no arranjo das músicas, na encenação e coreografias. O show está 75% pronto”, disse Madonna.

E como é o seu trabalho na concepção do show?
“Eu me envolvo em todos os níveis, desde a escolha das músicas e os arranjos. Eu escolho os dançarinos, que serão 20 dessa vez, sei sobre as coreografias, iluminação, figurinos e videos que farão parte do show. Penso sobre o que eu quero expressar, quais declarações quero fazer. Eu vejo todos os detalhes, porque isso é o que eu amo fazer. É criação. Eu crio as sementes de ideias e as ajudo ter vida. E como vou contar uma história, cada detalhe é importante.”

E como será essa história?
“Muitas das idéias que tive para o show estão diretamente relacionados com os temas das canções. O amor é um tema muito presente. Romantismo, mágoas, acreditar em seus sonhos, acreditar em si mesmo, levantar-se, apesar das provações da vida … Coisas que nos afetam todos os dias.”
“Eu uso as minhas músicas para contar histórias. E elas próprias tem maneiras diferentes de serem contadas. Você pode dizer, pelo menos, cinco histórias diferentes com cada uma das minhas canções.”
“Espero que as pessoas não se coloquem limites. Este é o sentido da vida, isto é como se evolui. Ao enfrentar desafios, empurramos nossos limites.”

Madonna admite que a escolha das canções tem sido um processo exigente.
“É um desafio. É realmente difícil. Eu tenho um repertório muito grande. Eu queria alcançar um equilíbrio entre as músicas mais significativas do meu novo álbum Rebel Heart e trazê-las para a história que eu tentei dizer. Então, é claro, eu estou procurando na minha lista de obras musicais dos últimos trinta anos”.

Madonna revela que Mike Tyson estará presente numa das performances, Iconic, através de um video. Mas por que ele?
“Ele tem enfrentado tanta adversidade. Vem de uma situação familiar difícil. Ele não tinha nada, não deixou nada. E tinha tudo contra ele. Para mim, ele é o herói final, porque, apesar de todas as dificuldades que enfrentou todos os altos e baixos e momentos muito escuros, foi capaz de chegar a uma área positiva em sua vida e é responsável por suas ações. Ele compartilha suas experiências de vida com os outros para que aprendam com ele. No fim das contas, é realmente uma boa pessoa.”

E ainda acredita no amor?
“Ninguém pode viver sem amor.. O amor pode machucar, mas é parte da nossa experiência de vida. Você tenta, você falha, mas tem que continuar sem te deixar para baixo.”
“Eu não fiz esse álbum conscientemente. Quando eu escrevo músicas, eu deixo a inspiração tomar conta de mim. É como um canal de idéias e deixo tudo vir para fora. Quero expressar o que eu sinto neste momento “
, diz ela.

Madonna revela ainda que a invasão dos celulares em shows nos últimos anos atrapalha as pessoas de curtirem o momento e de estarem conectadas com o artista no palco.
“Eu acho que essa nova tecnologia impede as pessoas de realmente experimentarem plenamente o show. O palco deve permitir a interação entre o artista e seu público, sem barreira. Então, é estranho estar no palco e ver esse mar de celulares que me impedem de olhar nos olhos das pessoas! Eles realmente não assistem ao show. Eles ficam vendo através de seu celular.”

E como é começar a turnê no Canadá?
Sua avó materna, Elsie Fortin, nasceu de pais de Sherbrooke, em Quebec. Seu bisavô, Nelson Fortin, nasceu em Saint-Simon de Rimouski. Começar sua turnê mundial aqui tem um significado para Madonna, que vai voltar uma vez com as suas raízes.
“Eu nunca acreditei em coincidências. Eu acho que é perfeito para começar essa turnê no lugar de origem dos meus antepassados, no território onde morava a família da minha mãe. É realmente uma boa maneira de começar.”

A Rebel Heart Tour estreia dia 09/Set em Montreal, no Canadá.
rebelhearttour