Juíza determina que Madonna e Guy Ritchie entrem em acordo sobre o filho Rocco

Nessa quarta foi o dia de mais um round na briga entre Madonna e o filho Rocco. A Suprema Corte de Nova York teve mais uma audiência com os advogados de ambos para tentarem chegar a um acordo.

Ellen Sigal, advogado que representa o garoto e que foi nomeado pela corte, disse que a briga entre Madonna e Guy Ritchie tem estressado Rocco. “Em todas as conversas que temos ele deixa claro sobre como isso tudo está estressante, ter essa responsabilidade em decidir e ficar com essa indecisão do que fazer”, disse o advogado.

Rocco tem vivido em Londres com o pai desde dezembro, quando brigou com a mãe Madonna e decidiu ficar um tempo afastado. Madonna não tem aceitado e exige que o garoto volte a ficar com ela em Nova York e entrou na justiça para isso.

O advogado de Guy Ritchie, Peter Bronstein, alega que Madonna quebrou um acordo de que ele poderia ficar com o filho por quatro meses, e exigiu essa audiência antes do tempo, marcado para essa quarta-fera, 02/março.

“Essa não é a questão. Há uma série de diferenças que são extremamente importantes para o meu cliente e que também entendo ser importantes para a criança”, disse Peter. Guy Ritchie diz que não quer continuar nessa batalha pois alega ser “emocionalmente perturbador a relação entre a criança e pais.”

“Rocco está agora na escola em Londres, com o consentimento da mãe. Há uma cortina de fumaça negra sobre a família, sobre o Sr. Ritchie e seu filho.”, complementou o advogado de Guy.

Na primeira audiência feita em dezembro, o juiz havia mandado Rocco voltar para Nova York para resolver a situação com sua mãe. O advogado alega que ele não quis voltar e que tudo tem sido muito difícil e estressante.”

“Se há alguma maneira de assegurar de que nenhuma ordem será executada, isso o ajudaria a se sentir mais confortável”, complementou.

Por outro lado, o advogado da Madonna, Eleanor Alter, chamou Guy Ritchie de mau pai.

“Ele ensinou a seu filho que obedecer a ordens judiciais e acordos assinados não são necessariamente importantes”, disse Alter. “E eu acho que isso é uma das coisas mais graves que aconteceu neste caso e é prejudicial para Rocco”.

Madonna pediu a juíza, através de seu advogado, para definir a data de um novo julgamento e exige um relatório psicológico forense, em que um médico iria entrevistar Rocco para avaliar com quem ele deve viver.

A juíza Deborah Kaplan disse estar “extremamente preocupada” de que o acordo do casal entrou em colapso e determinou a Madonna e Ritchie “trabalharem na direção de uma resolução em conjunto e que tirem essa pressão do filho”.

Uma nova audiência foi marcada para o dia 01/junho se nenhuma das partes se entenderem.

madonna-rocco-guy