Madonna ganha processo contra jornal e doa indenização ao seu hospital no Malaui

Madonna entrou com um processo por invasão de privacidade contra o site Mail Online, que faz parte do jornal britânico Daily Mail, por uma matéria publicada em janeiro que detalhava o processo de adoção das filhas Stella e Esther. O texto revelava os nomes, a cor e idade das meninas, de 4 anos, assim como o fato de morarem em um orfanato no Malaui. A notícia foi ao ar no momento em que a solicitação de adoção apresentada pela cantora tramitava na justiça, e poderia ter prejudicado Madonna.

A advogada Jenny Afia alegou que a história poderia ter “ameaçado a integridade e/ou o resultado do processo de adoção, que poderia, potencialmente, provocar mudanças no destino das meninas”.

“Madonna apresentou a denúncia porque o jornal ameaçava a segurança das meninas ao nomeá-las antes de serem adotadas. Ela sempre lançará mão de todas as medidas possíveis para proteger o conforto da sua família”, indicou.

A editora do jornal fez uma oferta de indenização no Tribunal Superior de Londres e Madonna a aceitou. A quantia, não revelada, será destinada ao hospital pediátrico Mercy James Centre que Madonna construiu no Malaui, país origem de seus quatro filhos.

“Ela está feliz de que pelo menos tenha saído algo bom desta situação”, disse a advogada.