Entrevista ao programa espanhol 'Los 40 Principales'

Sira Fernández: Gostaria de agradecer sua presença e por podermos conversar sobre "American Life". É um disco que tem surpreendido a todos por revelar muito sobre sua personalidade. Existem opiniões sobre a realidade de hoje na sociedade, você fala sobre religião, fala de amor, fala de seus sonhos e da sua mãe... Este é o álbum onde você se mostrou mais?

MADONNA: Ahhmmm... Não sei, todo mundo me perguntava, mas não estou certa que esteja revelando mais sobre mim e sobre o que acredido. Digo para você que falo sobre religião, amor, perda e sobre dor faz muito tempo. Acredito que desde 'Like A Prayer' que já foi lançado há alguns anos. É possivel que eu tenha melhorado a forma de expressar meus pensamentos e sentimentos.

Sira Fernández: A Espanha sempre ocupa um lugar importante na agenda da Madonna, você vai voltar aqui para promover este disco? Sua última tour começou em Barcelona. Vai voltar algum dia para se apresentar em nosso país?

MADONNA: Pretendo ano que vem voltar aos palcos, é claro que passarei pela Espanha...

Sira Fernández: O que significa a Espanha para você?

MADONNA: Ahhhmm... Não sei, tenho uma grande conexão com a Espanha e a cultura espanhola. Gosto da música e de cantar em espanhol. Não sei se vivi por lá em uma das minhas encarnações, quem sabe foi na época da inquisição, sei lá... (risos)

Sira Fernández: Na Espanha houve espanto quando você resolveu cancelar o clipe de 'American Life', nos estranhou que uma artista tão polêmica, que se arriscou tantas vezes voltasse atrás e pedisse desculpas, principalmente por se saber que era um vídeo que falava sobre a guerra...

MADONNA: Resolvi que cancelaria o clipe porque tive a idéida de fazê-lo em Novembro, enquanto trabalhava na canção. Se falava sobre uma possível guerra entre o presidente Bush e Saddan Hussein, aquela era minha forma de dizer: 'Hey! vamos acordar, não vamos deixar que isso chegue até nós, a guerra é uma realidade e não entretenimento". Era uma forma de acordar a todos de um tipo de sonho. Mas o vídeo demorou muito tempo para ficar pronto e assim que terminamos a pós produção a guerra havia começado. A principio eu queria seguir em frente porque havia investido muito tempo e dinheiro na realização do projeto, e pensava que despertaria o interesse das pessoas sobre o assunto. Mas depois comecei ver a destruição e a dor no Iraque e o clipe me pareceu que eu ainda colocava mais sal nas feridas . Decidi cancelar por este motivo.

Sira Fernández: E o clipe de 'Hollywood', vai pegar mais leve? Vai mostrar o lado mais amável da vida?

MADONNA: Espero que sim. Não mandarei 'Hollywood' pelos ares (risos)

Sira Fernández: Não pode revelar nada sobre o vídeo?

MADONNA: Digamos que será um clipe cor-de-rosa. É tudo que posso dizer...

Sira Fernández: No disco você cita algumas vezes Jesus Cristo, e por outro lado, em "Nothing Fails" você afirma que não é uma pessoa religiosa. Suponho que como qualquer pessoa, você precisa ter fé em alguma coisa, em que você acredita?

MADONNA: Acredito em Deus, acredito no Criador, mas minha relação com Jesus Cristo é diferente, porque questiono o Cristianismo, o princípio, a essência de tudo, o que resulta, a hipocrisia da religião organizada. Me considero uma pessoa muito espiritualizada e acredito plenamente em Deus mas não acredito em religião organizada. Foi isso que quis dizer em "Nothing Fails", não sou religiosa, mas quando rezo, me comovo sinto amor, mas já não tenho convicções cristãs e por isso mencionei Cristo em algumas canções.

Siria Fernández: “Nobody Knows Me”, por exemplo, nos leva a um tipo de reflexão. Você diz que ninguém te conhece realmente? Você se preocupa com isso? Você mesma determina que não te conheçam colocando uma barreira para que isso aconteça?

MADONNA: Não, só me preocupam as opiniões das pessoas próximas a mim, as pessoas que conheço e de quem gosto. A mensagem na canção é que as pessoas não me conhecem, simplesmente não me conhecem e para as pessoas que ficam lendo notícias sobre mim em jornais e revistas continuarão sem me conhecer.

Siria Fernández: E quem você admira? Você fala sobre isso também na música...

MADONNA: Admiro muita gente, mas você não conhece nenhuma delas porque não são pessoas famosas.

Siria Fernández: São pessoas próximas a você?

MADONNA: Sim, eu admiro alguns professores, amigos, artistas e também pessoas que trabalham no cimema, pintores, escritores, gente desse tipo...

Siria Fernández: Quais são seus próximos projetos?

MADONNA: Fazer um musical em uma pe-lí-cu-la(falando em espanhól).

Siria Fernández: Um filme?

MADONNA: Sí. (falando em espanhól)

Siria Fernández: Pode falar mais um pouco sobre esse filme?

MADONNA: Ahhhmm... É um roteiro original, baseado na vida de uma mulher que existiu de verdade entre os anos 20 e 30. Ela era uma estrela do cinema mudo e uma figura muito curiosa, muito rebelde, muito envolvida com política, polêmica. Tudo isso transformado em um musical.