jornal 'daily record'

Abaixo, as reflexões de Madonna:

    DURONNA
  • "Eu sou quem impõe disciplina na minha casa. Eu faço meus filhos catarem as roupas no chão e arrumarem o quarto deles. Eu não gosto que eles assistam televisão e faço questão de ver se eles fizeram o dever de casa."

    LOLA
  • "Minha filha tem opiniões formadas sobre roupas e moda. Ela tem um ótimo gosto para se vestir. Ela é segura e tem a personalidade forte, o que vai ser um desafio para mim, porém acredito que estas características vão ser boas para ela no futuro. Ela diz que quer ser atriz e eu sinceramente não me importo com isso."

    DISCIPLINA ESPARTANA
  • "Levo meu trabalho a sério e não acho que isso tenha sido uma surpresa para Justin ou Timbaland mas o Pharrell vivia se referindo a mim como um cavalo por causa do meu estilo duro de trabalhar. No começo ele reclamava da minha determinação e falta de habilidade de ficar parada. Ele conseguiu superar isso com o tempo."

    SHE'S NOT ME
  • "Esta é a canção definitiva de rejeição."

    SPANISH LESSON
  • "Já esta música foi inspirada em uma dança latina maluca chamada "The Percolator.""

    INCREDIBLE
  • "Esta música não fala sobre minha carreira, é sobre um relacionamento amoroso e não tem absolutamente nada a ver comigo. A idéia central é que as vezes subestimamos pessoas e passamos a não apreciar o que temos. Então, quando você perde alguém ou algo você quer que as coisas voltem a ser como eram antes porque tudo era incrível. Constantemente temos que quase perder algo importante para que possamos passar a apreciar o que temos."

    ROCK AND ROLL HALL OF FAME
  • "Quando comecei a ouvir essas histórias sobre o Rock n' Roll Hall of Fame eu tive sentimentos ambíguos. Pensei que era o lugar onde eles colocavam os dinossauros do mundo da música mas algumas pessoas me explicaram que esse era o reconhecimento que davam para cantores e compositores que contribuiram substancialmente para a música por 25 anos. Eu concluí que era uma grande honra para mim fazer parte."

    OLHANDO PARA TRÁS

  • "Quando eu ouço Like A Virgin a sonoridade é como um testemunho do tipo de música que as pessoas estavam produzindo nos anos 80. Existe uma simplicidade e inocência grandes por trás daquela música e no clipe eu vejo uma menina inocente atenta a tudo ao redor dela e muito excitada com a vida e com o início de carreira."

    A COMPOSITORA
  • "Eu ainda estou tentando fazer aquelas músicas que eu fazia quando tinha 20 e poucos anos. Todo mundo quer fazer as músicas que as pessoas gostam de ouvir e que sejam tocadas nas rádios. Eu nunca fiz um disco sem me importar se as pessoas gostariam ou não do que havia feito."

    EVOLUINDO
  • "As minhas músicas refletem minha evolução como ser humano. Eu falava sobre coisas simples, diretas e desprentesiosas quando comecei minha carreira e a medida que ia amadurecendo minhas músicas refletiam as fases da minha vida. Minhas músicas têm agora um aspecto de ironia e contradição, o que não significa necessariamente que eu só sei falar de coisas como pessoas levantando, indo dançar e se divertindo. Eu gosto de pensar que escrevo sobre coisas mais complexas do que isso. A música que eu faço reflete como eu mudei e as experiências que tive com outras pessoas e com o mundo de uma forma geral."

    CINQÜENTONNA
  • "Todo mundo vive me perguntando sobre isso mas eu vejo essa data como uma grande oportunidade para dar uma boa festa."

    APRESSADA

  • "Eu não sei se minha idade tem a ver com meu estado de urgência em relação a vida. Eu diria que o mundo em que vivemos tem mais a ver com isso. Eu venho experimentando essa urgência e pressa com relação a tudo há algum tempo mas nunca tinha falado disso em minhas músicas. Eu acho que vivemos em uma época onde usufruímos de algo que nos foi emprestado e as pessoas estão começando a entender isso. É impossível não falar disso na cultura pop atual."

    TALENTO
  • "Parte da minha carreira é o reconhecimento que não sou a dona do meu talento e sim apenas a gerente de tudo. Eu sei que fui abençoada com muitas coisas boas. Se você pensa que é o dono de seu talento, ele vai embora. Eu tenho muita curiosidade com relação ao mundo e tento me colocar de uma forma onde tenha que trabalhar com pessoas que sabem mais do que eu.'"

    DIVIDINDO
  • "Eu gosto de aprender coisas relacionadas a evolução e descoberta e algumas dessas descobertas geram para mim o desejo de expressar para o mundo o que aprendi."