Divulgação CELEBRATION: Kidd Kraddick in the Morning


A traduo foi enviada pelos nosso colega Daniel Moncada.

Locutor 1: Qual seu signo, Madonna?
Madonna: Sou leão.

Locutor 1: É isso mesmo...
Você sabia disso...

Locutor 1: Seu aniversário é perto do meu, eu acho.
Sério?

Locutor 1: Dia 22.
Ah tá, você é está bem na virada...

Locutor 1: Isso, quase Virgem.
Você é um cara que se liga em detalhes também, aposto.. São as influencias de Virgem.

Locutor 1: Na verdade, sou um líder da limpeza!
O ambiente que você está trabalhando está bem limpo?

Locutor 2: Nem um pouco. Ele está mentindo!

Locutor 1: Não está tão ruim...
Há papéis, garrafas vazias do Starbucks, amontoados?

Locutor 1: Eu não tenho muitas tendências de Virgem, para falar a verdade..
Você manda os outros catarem as coisas?

Locutor 2: Sim!

Locutor 3: Nós pedimos para uma daquelas pessoas tipo do CSI vir até aqui para dizer quantos germes há no estúdio. E a mesa dele era a mais suja!
Nossa!

Locutor 1: Ok, eu to ficando com má reputação aqui! O Al tinha manchas nas calças..

Locutor 2: Ok, para!!

Locutor 3: E daí? Um homem d everdade tem manchas.

Locutor 1: Eu quero dizer... tenho orgulho de dizer isso.. Não estou nem a metade nervoso em falar com a Madonna do que eu estava das últimas vezes.
E você atribui isso a que?

Locutor 2: Sabe porque? Por sua causa, Madonna! Não acho que você seja mais nem um pouco intimidadora do que um dia foi. Ao menos não para mim.. Você parece mais relaxada...

Locutor 1: Não que você tenha perdido seu ar insolente!.
Eu perdi meu ar metido? Ahhhh!

Locutor 1: ahaha sim!

Locutor 2: Não, me parece que sua vibração está mais relaxada, e isso deixa as outras pessoas a vontade...
São as 4 crianças, eles tiraram isso de mim!

Locutor 1: Eles conseguem fazer isso, né?
É... eles passam por cima de mim...

Locutor 2: Quer dizer, você pensa que você é o centro do mundo, você foi e ainda é?
Eu era! No pretérito...

Locutor 1: Mas você entra naquela casa e, de repente as regras mudaram, não é assim?
Isso aí!! Minha filha mudou as regras, com certeza... Mas somente há espaço para uma diva na casa.. E não sou eu!

Locutor 1: Entendi! Quantos anos tem as crianças?
Lola vai fazer 13 daqui a um mês, menos de um mês, nossa.. Rocco tem 9, David 4 e Mercy tem 3.

Locutor 1: 13, 9, 4, 3...

Locutor 2: Ela podia estar falando da Mercy ser a diva.. Não sei!
Não.. Lola é a diva!

Locutor 1: Eu tenho que te perguntar, Madonna... Quando você sai para um encontro com algum cara que você conheceu, você fala pra ele que tem 4 filhos?
Acho que todo mundo sabe quantos filhos eu tenho. Não escondo minha vida de ninguém.

Locutor 1: Então você está dizendo que essa foi uma pergunta óbvia e idiota?
Foi.. sim.. Depois de limpar essa sujeira aí, talvez vc recupere seus sentidos!

Locutor 1: Eu adoro discutir com você! Você é divertida!
Risos

Locutor 1: Você é mesmo! Você sabe que uma relação acabou quando você não tem mais isso.
Não, não... Você tem que ter vivacidade.. é preciso protestar às vezes.

Locutor 1: Isso.. quando você não consegue nem juntar forças para brigar, acabou mesmo.
Isso é verdade... Qual é o termo pra quando você...

Locutor 1: Apático?
Renunciado... complacente... entediado.

Locutor 1: Exatamente... E algum desses termos descreve sua situação atual? Acredito que não!
Não!

Locutor 2: Quando você está entediada você cria algo novo, imagino eu!
É... se eu estou entediada, sigo em frente!

Locutor 1: Eu tentei seguir seu exemplo...
Eu não poderia nunca dizer que minha vida é chata!

Locutor 1: As pessoas deveriam ficar casadas com a mesma pessoa a vida toda?
Se eles se casarem pelo motivo certos.. e se os dois na relação continuarem a crescer e inspirar um ao outro, sim!

Locutor 1: Você acredita que é...
Eu acredito que é possível... Eu só acho que a maioria das pessoas não se casa pelo motivo certo.

Locutor 1: Certo...
E tem a questão da hora certa também...

Locutor 1: É verdade!

Locutor 2: Mas você disse que preferiria ser atropelada por um trem do que casar de novo, então você acha que não é possível pra você?
Bem, isso fui eu brincando com o David Letterman. Ele acabou de se casar, então eu estava brincando com ele.. Não é que eu não acredite em casamento, mas eu fui casada duas vezes, acabei de me divorciar e ainda estou um pouco exausta da situação toda... Então não estou dando pulos de alegria com a idéia no momento.

Locutor 1: Entendi... Mas aposto que você está dando pulos de alegria com “Celebration”!
Sim!

Locutor 1: Que para mim, em minhas próprias palavras, é uma coleção definitiva de 35 das suas melhores músicas.
É muito caderno!!! (para escrever as músicas)

Locutor 1: Não vou mentir, Madonna.. eu vou para boates quase toda noite.. Eles tocam essa música constantemente.. Já é um sucesso dance, né?
Uhum.. Sim.. Já dançou ao som dela?

Locutor 1: Já!

Locutor 2: Ele está dançando agora mesmo!
Você é um bom dançarino?

Locutor 1: Já viu meu vídeo no youtube?
Não, deveria?

Locutor 1: É incrível!
Sério?

Locutor 3: Na verdade ele ganhou do Kevin Federline em “Dance, dance revolution”.

Locutor 1: É, eu ganhei do Kevin Federline em “Dance, dance revolution”.
Numa competição de dança?

Locutor 1: Isso...
Ok, vou dar uma olhada... A maioria dos leoninos são bons dançarinos.

Locutor 1: Obrigado!

Locutor 3: Mas ele também sua muito...
É mesmo? Eu não gosto disso.

Locutor 3: Você tem que levar uma capa de chuva se for dançar com ele...
Tem que levar uma toalha em volta do pescoço?

Locutor 3: Isso.

Locutor 1: Eu levo minha própria toalha para dança.
Eu sempre tenho um dançarino no meu show que sua mais do que tudo! Eu o faço levar uma toalha no bolso de trás e ele tem que ficar enxugando o chão.. É perigoso!

Locutor 1: Eu suo muito, é verdade...

Locutor 3: Já viu aquele cara na boate que dança sozinho, e ele fica meio deslocado?
Um pouco animado demais, como Napoleon Dinamite?

Locutor 3: Nunca no ritmo!

Locutor 1: Sou só um pouco maluco, só isso!
Sério? Tipo, membros voando?

Locutor 1: Isso mesmo!
Consegue manter o ritmo?

Locutor 1: Com certeza não! Eu sou tão perigoso que tenho seguro de dança!
É mesmo?

Locutor 1: Eu derrubo algumas pessoas... Vamos ouvir “Revolver”... Eu ainda não ouvi...

TOCA TRECHO DE "REVOLVER"

Locutor 3: Já gostei!

Locutor 1: Madonna, foi uma regra da Lourdes incluir Lil’ Wayne em pelo menos uma música do álbum.. É essa?
Isso.. Lil’ Wayne não tem que estar no álbum de todo mundo?

Locutor 3: No momento sim!
No meu também! Não quero ser deixada de lado!

Locutor 1: Você nunca me decepciona com batidas que não são inovadoras. Sabia?
Que bom! Acho que é porque fui dançarina.

Locutor 1: Você nunca lança algo que eu diga “já ouvi isso antes”! Eu não gosto de todas as músicas, tenho favoritas e não favoritas.. Mas eu nunca ouço uma música sua e penso...

Locutor 2: ...isso é típico da Madonna...

Locutor 1: Então, é muito bom que você continua assim... Porque, acredite, minha vida no momento está comum demais!
Você ouve tanta música, deve ouvir muita repetição.

Locutor 1: É verdade, eu ouço muita música.
Deve ficar muito cansado de música...

Locutor 1: Na verdade não.. Eu amo música.. Eu ouço música online, eu ouço musica que te deixa mais legal, tipo coisa legal, que é nova e diferente...
E quando isso vai te contagiar?

Locutor 1: Na minha vida?
Não, a música que te faz mais legal.

Locutor 3: Boa, Madonna!
Eu vou ter que te procurar no YouTube!

Locutor 1: Não sei o que fiz pra você, Madonna...
É isso que todos dizem.

Locutor 1: Eu aprendi com você que quando o aluno estiver pronto, a professora vai aparecer! Pensei que fosse você, mas talvez não!
Mas você não está aprendendo com essa conversa?

Locutor 1: Estou!
Então pronto!

Locutor 1: Não deixe a Madonna te maltratar, isso que aprendi!! A propósito, você é incrível!
Obrigada. Por dentro ou por fora?

Locutor 1: Ambos!

Locutor 3: Como dissemos, você está com uma vibração mais relaxada e você estava linda outro dia no Letterman, seu calebo está lindo, sua pele está linda, sua maquiagem, tudo!
Nossa! Obrigada!

Locutor 3: Você parece estar bem!
Estou.. Estou muito feliz!

Locutor 1: E você é sexualmente inteligente... e isso é ótimo!
Sexualmente inteligente... Gostei disso!

Locutor 3: Eu prefiro sexualmente burra.

Locutor 2: Essa é a cantada dele pra todo mundo, Madonna.
Ah, é? Ah, ta... Viu? Ele me ensinou algo!

Locutor 1: Não.. eu uso o CSI! “Eu trabalho para o CSI”.. essa é minha cantada!
Mas Sexualmente Inteligante é ótimo..

Locutor 1: .. Sexualmente inteligente! Você realmente é... Você já fez coisas loucas... Com o vestido de casamento, rolando pelo chão no palco da MTV.

Locutor 3: Há muito tempo!
Mas ali sou eu sendo sexualmente política. É parte da minha provocação na área das especificações dos gêneros.

Locutor 1: Especificações é parte do que te faz sexualmente inteligente!
Risos. Você provavelmente tem que olhar isso no dicionário!

Locutor 1: Nas suas músicas já ouvi você dizer que cada música sua é uma assinatura sua da vida, e você tem orgulho delas, mesmo que não sejam suas preferidas.. Mas eu gostaria de saber se há coisas que você fez que olhando pra trás hoje você se pergunta “nossa, o que estava passando pela minha cabeça naquele momento?” Já pensou isso?
Claro!! Tipo “o que eu estava pensando?”, “Por que fiz isso?”

Locutor 1: Pode me dizer algo que você fez que se arrependeu. Porque eu posso te dizer centenas da minha vida...
Ta, mas alguém se importa?

Locutor 1: Não!
Risos. Eu entendo o que você diz... O negócio é o seguinte, já tive alguns momentos de arrependimento... mas aí eu deixo passar, repenso e chego a conclusão que não tenho problemas com isso, na verdade... As coisas que eu vejo como “derrotas” ou “erros” não são tão importantes quanto algo que vejo como sucesso...

Locutor 1: Quando vou ganhar meus “100 momentos”?
Uhmm bem, quando você vai estar em Miami?

Locutor 1: Prepara um avião.. já estou lá!
Estou em “Edit Piaff mode”.. Não me arrependo de nada!

Locutor 1: Qual é o modo “E.D. Piaff”?
EDITH Piaff!!! É uma cantora francesa!!!

Locutor 1: Ah, Edith Piaff!! Até parece que não sabia isso!

Locutor 3: Você é muito burro!
Não viu o filme “L avie em rose”?

Locutor 1: Sim...

Locutor 3: Agora você vai ter que assistir...
Meu Deus!

Locutor 3: Espera, vamos assistir agora...

Locutor 1: Não nos chame de analfabetos! Nossos pais foram casados!
Risos. Muito engraçado!

Locutor 3: Eu passo meu tempo assistindo “Deal or No Deal”, Madonna... então não conheço...
O que é “Deal or No Deal”?

Locutor 2: Estou sentindo que ela não assiste muita TV aberta...
Não.. mas tenho assistido Madman! É na TV aberta?

Locutor 1: Adoro Madman!

Locutor 3: É a cabo.. qual é o canal?
É tão politicamente incorreto!

Locutor 1: Passa no “Classic Movie Channel”.. É muito bom, não é?!
É.. garotos mal comportados!! Fumando, bebendo e traindo!

Locutor 1: É! E mulheres sabendo seus lugares!
É... isso é o mais importante!

Locutor 1: O que está acontecendo no mundo?? Acho que você foi um instrumento de mudança nisso, Madonna...
Acho que fui...

Locutor 1: E você não se arrepende disso?
Por que???

Locutor 2: Por que ela se arrependeria de mudar o mundo?

Locutor 1: Estou sendo idiota!
Exatamente! Mas perguntas idiotas vindas de você, Kidd.. Onde você arrumou esse nome?

Locutor 1: Quem me apelidou assim foi um diretor de programa, há 20 anos...
OK, por causa de seus pontos de vistas joviais.

Locutor 1: Onde você arrumou o nome Madonna?
Humm, minha mãe me deu esse nome!!!!

Locutor 1: Metida!!! Minha mãe estava com dor, e meu pai bebendo...
Meu Deus!

Locutor 3: Você está no Twitter, Madonna? Porque a única Madonna que eu vejo aqui tem 1000 seguidores, então acho que não é você!
Não.. eu entro no Twitter de vez em quando, mas provavelmente há uma vida inteira, que eu não participo, que está vivendo sem mim...

Locutor 3: Entendi...

Locutor 1: Eu tenho que dizer... sério agora.. sobre seu discurso sobre Michael Jackson... Fiquei com um pouco de medo quando você subiu ao palco... Estava torcendo para você ser autentica, e não falar “Michael e eu éramos tão amigos..”, porque o mundo todo sabe que ninguém era próximo do Michael Jackson... .
É...

Locutor 1: E você foi tão verdadeira e autêntica.. E pude me colocar no seu lugar... E para mim foi eloqüente, verdadeiro e incrível...
É.. bem, eu tentei me aproximar... Foi difícil...

Locutor 2: Eu sinto que conhecia Michael um pouco mais... então, missão cumprida!
Que bom... Eu tentei mostrar o lado interior dele, o que obviamente é difícil para as pessoas publicas fazerem, especialmente ele, que era incrivelmente tímido e fechado.

Locutor 1: Foi suficiente pra você conhecê-lo superficialmente e profissionalmente em vez de conhecê-lo melhor?
Eu acho que o conheci bem, e espero que tenha conseguido passar essa mensagem no meu discurso, mas eu gostaria de tê-lo conhecido melhor. Eu gostaria de ter sido uma amiga melhor...

Locutor 3: Você ficou nervosa antes do discurso?
Fiquei.. Fiquei nervosa porque não queria perder a atenção das pessoas com um discurso longo para uma premiação na TV... Mas como você pode falar sobre a vida de uma pessoa em pouco tempo?

Locutor 3: Foi perfeito.. Foi um modo perfeito de começar o programa...

Locutor 2: E a Janet no palco depois...
É, foi ótimo!

Locutor 1: O novo CD é uma coleção e as duas novas músicas são “Revolver” e o single atual, “Celebration”. A arte foi criada pelo artista de rua, Mr. Brainwash. Eu não o conheço!
Ele é francês!

Locutor 1: Ah é?
Aham!

Locutor 1: Ele é parente daquela outra “garota” que você menciono antes?? (Edith Piaff)
Não... não tem relação nenhuma com ela... Eu sempre acabo trabalhando com franceses.. não sei porque.

Locutor 1: Talvez porque eles sejam sexualmente inteligentes.

Locutor 3: Parlez-vous français?
Talvez.. ou talvez eu goste de vinho francês!

Locutor 3: Oui, oui...

Locutor 1: Madonna.. mon français es très bien... (finge que está falando francês rápido)
Tu parles français? (Ambos fingem que estam falando francês e riem)

Locutor 3: Estão falando sacanagem?

Locutor 1: Elle est très gentille.. Madonna! (Ela é muito gentil)
Sim, sou!!

Locutor 1: Sim, você é…
Você não!

Locutor 1: Obrigado!

Locutor 2: Eu sei que ela te insultou, mas não sei o que disse!

Locutor 1: Você beliscava os garotos quando era pequena, né? Assim que você conquistava os caras, você os irritava, não é?!
Eu falava francês com eles...

Locutor 1: Você era o tipo de garota que abaixava as calças dos garotos no parque e ria deles?
No!

Locutor 3: Ela que abaixava as próprias calcinhas e falava “olha aqui!!"

Locutor 1: Madonna mostrava aos garotos que tentavam olhar por debaixo da saia dela.
Não.. eu gostava de me pendurar de cabeça pra baixo no trepa-trepa..

Locutor 1: Adoro isso!
E as freiras não ficavam felizes com isso!

 


Por Rafael Augusto