"Quero transformar o mundo
numa gigantesca pista de dança."

A idéia inicial era fazer uma turnê diferente, pequena, intimista, para poucos. Mas existe algo pequeno na carreira de Madonna? O tempo passou e as informações oficiais foram divulgadas. A turnê, que de pequena não tinha nada, teve o maior número de shows que Madonna já realizou e um faturamente recorde em 200 milhões de dólares.

"Vai ser um show completamente disco,
com muitos globos de discoteca.
Vou me concentrar em dance music e no novo álbum."

Impressiona a capacidade de Madonna em sempre surpreender seu público e mostrar, a cada turnê, que consegue se superar. Um show magnífico, tecnicamente perfeito, tecnologia de última geração, músicas retrabalhadas e ela em sua melhor forma.

A Confessions Tour iniciou-se no dia 21 de maio/2006 em Los Angeles e aqui em nossa página especial você confere todas as informações sobre mais um espetáculo de Madonna!


Trailer

 

Meses antes da tou iniciar, o diretor Jamie King deu algumas informações em entevista: "O setlist será baseado no novo álbum, mas com alguns dos clássicos da Madonna sendo intercalados. Eu adoro as músicas mais antigas e não conheço quem não goste. Mas queremos focar dessa vez principalmente no último CD, pois as pessoas amam o álbum e querem ouví-lo o tempo todo. Preparem-se para ouvir a maioria das músicas do Confessions on a Dance Floor ao vivo na tour."

» Abaixo, as canções finais que fazem parte do show:

Bloco "Equestre"
Future Lovers/I Feel Love
Get Together
Like a Virgin
Jump

Bloco "Oriente Médio"
Live to Tell
Forbidden Love
Isaac
Sorry
Like It Or Not
Sorry (remix)
Bloco "Rocker/Acústico"
I Love New York
Let It Will Be
Ray of Light
Drowned World/Substitute for Love
Paradise [Not For Me]

Bloco "Disco"
Music Inferno
Erotica/You Thrill Me
La Isla Bonita
Lucky Star
Hung Up

» Na canção Future Lovers, Madonna canta o grande sucesso I Fell Love de Donna Summer.

» No Bloco DISCO, Madonna aparece vestida de John Travolta (Embalos de Sábado a Noite) e depois de um 'strip tease' usa um collant inteiramente branco, inspirado no grupo ABBA.

» Music contém samples da canção Disco Inferno e foi rebatizada para Music Inferno.

» Certamente você notou (ou notará) uma letra diferente na canção Erotica. É que ela foi "misturada" com a letra da canção You Thrill Me - uma demo da própria canção Erotica e que nunca havia sido lançada.

» Duas canções inéditas foram noticiadas pelo tablóide The Sun como parte do setlist: Keep The Trance e History, porém nunca confirmadas. Essa última canção foi lançada no single de Jump (versão estúdio).

» Holiday, a única música que até hoje esteve presente em todas as turnês já feitas por Madonna, está fora da "Confessions Tour". Mas ela foi utilizada nos ensaios.

» Versões remixadas de Everybody e Deeper And Deeper faziam parte dos ensaios e foram excluídas do setlist final.

» Madonna e equipe estavam em busca de um sistema de som inovador para os shows. Algo surround e não o som tradicional que é usado até então. "O sistema padrão é um lixo para o público e para nós no palco", revelou Madonna meses antes da tour ser divulgada.

 

Essas são algumas das informações mais relevantes:

» A turnê teve como base o novo e elogiado álbum Confessions on a Dance floor. Os preparativos para a turnê foram feitos desde meados do ano passado.

» A intenção era Madonna percorrer, além dos Estados Unidos e Europa, países diferentes do eixo privilegiado, como República Tcheca, Rússia e Israel. Além disso, voltar a fazer shows na Ásia e América Latina (Brasil).

» As primeiras informações foram reveladas através do site oficial da tour: confessionstour.com (divulgado com exclusividade pelo MadonnaOnline). Lá é possível encontrar o roteiro oficial, fotos, wallpapers, e arquivos multimedia.

» No início de abril foram reveladas as primeiras datas por onde a tour passará e há somente shows agendados nos Estados Unidos, Canadá, Londres, Itália, Paris, Alemanha, Dinamarca, Holanda e Moscow. As datas para o Japão só foram reveladas quando a tour começou, gerando uma expectativa enorme se ela iria para outros países ou não.

» Mais uma vez não será dessa vez que o Brasil terá a ilustre visita de Madonna. As negociações aconteceram, nosso país provou por A+B que poderia bancar a vinda dela para cá, porém, Madonna não quis extender sua tour. E não ficamos parado: o MadonnaOnline criou um abaixo-assinado virtual para tentar convencer a trupe: MadonnaNoBrasil.com.br

» Os ensaios foram realizados desde o dia 1º de março em um estúdio privado em Los Angeles em carga horária de 13 horas diárias.

» O show é todo ao vivo e não possui nenhuma música pré-gravada/dublada.

» Madonna se apresentou no Coachella Festival - o mais importante festival de música realizado no deserto Indio, na Califórnia - um mês antes de estreiar a "Confessions Tour". Em um set de apenas 50 minutos, cantou 6 canções do setlist do show mas não revelou o que a turnê promete.

» Um dos grandes temas utilizados na tour é o ambiente do antigo club Studio 54, que foi uma famosa casa nos anos 70. Muita dança, bailarinos, globos de espelhos, cenários diferentes, vídeos e tecnologia são usados à exaustão.

» A dança, basicamente, têm grande influência no documentário Rize, de David LaChapelle, em que é mostrado danças de rua e que Madonna já havia levado ao grande público através dos clipes "Hung Up" e "Sorry". Performances de Le Parkour também terão destaque (como também já mostrado nos clipes).

» A abertura do show têm o tema Equestre e mostra um video, produzido por Steven Klein, de Madonna como amazona. É o mesmo tema/fotos utilizados antes no ensaio para a revista W, lançada semanas antes da turnê estrear. (clique aqui para saber mais)

» Um imenso globo de espelhos sái do teto e Madonna surge dentro dele (óbvio que ela não vem do teto).

» Abaixo, alguns croquis dos figurinos criados por Jean-Paul Gaultier para Madonna e bailarinos para os blocos 'Equestre', 'Oriente Médio' e 'Disco' .





 

» A equipe que está no backstage é composta pelo diretor Jamie King, direção de arte do brasileiro Giovanni Bianco, backing vocals da veterana Donna Delory e a novata Nicky Richards, coreografias de Tony e Richmond Talauega, dançarinos que participaram da turnê promocional realizada em novembro/dezembro e também nos clipes de "Hung Up" e "Sorry", direção musical feito pelo veterano Stuart Price, figurinos de Arianne Philips e Jean Paul Gaultier, e promoção de Arthur Fogel, da empresa Live Nation.

» A "Confessions Tour" em números:

1 tonelada o peso do 'discoball' que traz Madonna ao palco em cada concerto!
1 tubo de rmel YSL#5 dura 2 semanas.
2 milhes de dlares em cristais Swarovski encrustados em uma gigantesca 'discoball'.
1500 metros quadrados de palco (o padro 780 metros quadrados).
1000 horas de ensaios durante 12 semanas!
27 pessoas no palco, incluindo Madonna, banda e 22 bailarinos!
253 sesses de massagem nos bailarinos!
Madonna no usa base no rosto!
1 frasco de removedor de maquiagem (Shu UemuraGreen Tea) usada por semana.
1 garrafa de Yonka hidratante usada a cada 3 semanas!
106 pessoas trabalhando na equipe da 'Confessions Tour'.
12 metros de dimetro o tamanho de um crculo mvel no centro do palco principal!
1 "Discofied" crucifixo erguido a cada noite com uma 'convidada supresa' pendurada!
1.2 metros de distncia entre Madonna e a platia durante os concertos.
70 toneladas de equipamentos em cima do palco principal.
24 caminhes usados para transporte do equipamento dos shows.
2 jatinhos para transporte.
18 vans e carros para transporte.
5 nibus para transporte da equipe.
256 metros de compressa usados por Madonna e bailarinos.
543 aquecedores musculares para os bailarinos.
200 toneladas de parafernlia (equivalente a um navio de guerra!)
400,000 Watts de potncia em cada concerto!
8 ossos quebrados mostrados durante a performance de "Like a Virgin" via raiox MRI's scan.
30 figurinos foram desenhados por Jean-Paul Gaultier para Madonna e bailarinos.
7 trocas de roupa
8 pares de botas e sapatos usados por Madonna a cada noite, a maior parte deles da Yves St. Laurent.
1 colar de diamantes e ametistas desenvolvido pela Chopard.
600 figurinos em cada show!
25 racks usados para mover o guarda-roupa com os figurinos.
1 Coroa de Espinhos com 50 Espinhos desenvolvida pela Cotters Church Supply de Los Angeles.
1 garrafa de Vodka usada nos bastidores para remover manchas de suor.
61 cm de cintura (Madonna).
4 pessoas ajudam Madonna na troca dos figurinos.
1 par de meia-arrasto da Capezio usadas por Madonna a cada noite.
1 cinto de quase 5 kilos feito por Michael Schmidt vai ser usado por Madonna durante um dos blocos da 'Confessions Tour'.
4000 Cristais Swarovski encrustados em um cinto.
34 grampos para os cabelos.
2 elsticos para prender os cabelos da Madonna (um dourado, um branco).
4 presilhas para segurar o coque de Madonna durante o bloco 'Equestre'.
3 penteados diferente todas as noites (coque, coroa de espinhos em cabelos encaracolados e escovados no estilo 'DiscoDiva').
2 produtos usados para os cabelos de Madonna (Kerestase óleo relaxante e Evian Water Mister para acalmar os fios mais rebeldes).
2 trocas de clios (um feito de chinchila e outro com diamantes usado no Bloco Disco).

» O palco é uma enorme estrutura composta por 3 extensões - a maior com 18 metros e as duas laterais com 14 metros de comprimento. Tudo para deixar Madonna ainda mais próxima de seu público. Nos shows realizados em estádios na Europa, dois gigantescos desenhos de cavalos eram colocados nas laterais do palco principal.

 

» Madonna crucificada é o grande marketing da turnê. Ao cantar a canção "Live to Tell", Madonna surge numa gigantesca cruz de espelhos e nos telões são mostradas imagens de pobreza, guerras e luta para salvar as crianças infectadas com Aids na África.

» Um país chamado Malawi, na África, é o tema para a luta contra pobreza divulgada por Madonna na turnê. É o segundo país mais pobre do mundo e sofre com a pobreza, doenças, abandono e quase todos são infectados pela AIDS, sífilis, malária etc. Com cerca de 12 milhões de habitantes, 30% são crianças infectadas com AIDS e vivem na miséria. Madonna e o Centro de Kabbalah doaram 3 milhões de dólares ao projeto "Raising Malawi" para iniciar uma ajuda no país. Também é previsto a construção de um orfanato para as crianças que perderam seus pais. "Tendo dois filhos e aquilo que considero uma melhor perspectiva de vida, me sinto responsável por todas as crianças do mundo", disse Madonna.

» No site do projeto "Raising Malawi" há uma carta de Madonna pedindo ajuda de todos:

"Gostaria de falar sobre uma causa muito especial para mim. Ela se chama 'Rising Malawi', um novo esforço para acabar com a probreza extrema e degradação sofridas pelos orfãos de Malawi, um dos países mais pobres do Planeta, localizado na Africa. Essas crianças sofrem com fome, desnutrição, além de doenças como HIV, Malária, Tuberculose e Hepatite. Eles precisam de nossa ajuda. Por favor, junte-se a nós E SE ENVOLVA nesse projeto. A vida dessas pessoas dependem disso."

» Há também um trecho oficial do final da cena da crucificação no show. Clique aqui para ir ao site.

» Madonna visitou a África em novembro/2006 e realizou seu mais novo sonho: adotou o filho David Banda - que estavam nos planos ha mais de um ano..

» Abaixo, numa foto feita nos ensaios, podemos ver os bailarinos de Madonna, o estilista Jean Paul Gaultier e atrás o protótipo da cruz em madeira:

» Essa cena gerou muitas críticas em diversos países por acharem que Madonna faz ofensas à igreja. Como não viram a cena, julgam sem saber.

» Em Roma, os católicos ortodóxos ficaram indignados com a cena da crucificação e acharam uma blasfêmia. Disseram que Madonna deveria ser excomungada e que jamais poderia fazer tal apresentação há poucos kilômetros do Vaticano. Em resposta, a assessora de Madonna disse que não havia nada de ofensas à igreja e convidou o Papa Bento 16 a assistir ao show. Polêmicas à parte, o show foi um sucesso, com ingressos esgotados e reuniu, no Estádio Olímpico, mais de 60 mil pessoas.

» Ao perambular por Roma no seu dia de folga, foi flagrada vestindo uma camiseta onde lia-se: "In Madonna We Trust" (Em Madonna nós confiamos). A camiseta foi feita por um fã americano (Fernando Lemus) que estava num show. Madonna adorou e ganhou uma de presente.

» Aproveitando a polêmica na Itália, a loja H&M - na qual Madonna é garota propaganda, pendurou um enorme anúncio ao lado de uma catedral em Milão. Deu o que falar: "É diabólico", "Não é a coisa certa para uma igreja cristã", "Ela é uma artista que faz coisas pornográficas (?!). Não gosto disso próximo a uma catedral", disseram alguns religiosos. Mas no final o anúncio permaneceu: "È apenas um comercial, não uma canonização", disse um representante da igreja.

» Na Alemanha, mais protestos. Promotores da justiça assistiram ao show para avaliar se a cena fosse considerada um insulto às honras do país e Madonna poderia até ser presa. O resultado? Não deu em nada. Não acharam a cena como uma ofensa e o show rolou normalmente.

» Em Moscow mais líderes religiosos prometeram boicotar o show. "Nunca permitiremos que ela profane nossos maiores ícones. Exigimos que Madonna sáia do território russso", "Para ilustrar as suas próprias paixões, Madonna explora a cruz, a imagem da Virgem e outros símbolos religiosos. Isso é anadmissível", "Nós ortodoxos faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para impedir o show em Moscow", disseram alguns religiosos. Além disso, dizem que Madonna sofreu uma ameaça de seqüestro de seus filhos caso fizesse um show em Moscow.

» Semanas antes do show em Moscow, mudanças: não seria mais na Praça Vermelha, dia 11/set e sim no estádio Luzhnikí dia 12/set. O motivo foi pela maior segurança de Madonna e do público já que era esperado uma multidão e a Praça Vermelha não comportaria. Finalmente realizou-se o show sem maiores problemas. Praticamente um exército esteve presente para garantir a segurança de todos: 600 agentes especiais anti-rebelião e 7 mil policiais. Devido a mudança para um lugar bem maior, foi o único show da turnê a não ter lotação esgotada. Mesmo assim, mais de 50 mil pessoas marcaram presença.

» Após a turnê acabar, em 21/setembro, Madonna resolveu falar sobre a cena de crucificação:

"Estou muito grata por meu show ter sido tão bem recebido no mundo inteiro. Parece que há várias interpretações equivocadas feitas de meu surgimento sobre a cruz, e quero explicar a questão eu mesma, de uma vez por todas.

Há uma seqüência em meu show em que três dançarinos se "confessam" ou dividem experiências perturbadoras de suas infâncias que eles tenham superado. Minha "confissão" vem logo em seguida e acontece em um crucifixo de onde eu desço. O que não é ridicularizar a igreja. Não é nada diferente e uma pessoa usar uma cruz no pescoço ou 'assumir a cruz', como é dito na Bíblia.

Minha performace não é um sacrilégio ou uma blasfêmia, e sim o meu apelo ao público para encorajar o ser humano a ajudar uns aos outros e a ver o mundo como um todo unificado. Acredito sinceramente que, se Jesus estivesse vivo hoje, estaria fazendo a mesma coisa.

Meu intuito é chamar atenção para os milhões de crianças na África que estão morrendo todos os dias, ou vivendo sem cuidados, sem remédios e sem esperança. Eu estou pedindo às pessoas que abram seus corações e mentes para que se envolvam do jeito que elas puderem.

A música termina com uma passagem da Bíblia: 'Eu tinha fome e você me alimentou. Eu estava nu e você me deu o que vestir. Eu estava doente e você cuidou de mim. E Deus respondeu: 'O que quer que você tenha feito pelos últimos dos meus irmãos... Você fez para mim.

Por favor, não julgue antes de ver o meu show."

MADONNA

 

» Nas apresentações realizadas nos EUA, não houveram shows de abertura. O que acontecia em praticamente cada cidade era uma festa oficial (after party), só para convidados, e quem comandava o som era a DJ Tracy Young.

» Já na etapa Européia, o DJ Paul Oakenfold tocava seus sucessos antes dos shows para centenas de fãs.

» Nos shows de Paris, quem fez a abertura dos shows foram: Bob Sinclar em dois shows e David Guetta nos dois últimos dias.

» Durante a turnê, Madonna e toda sua equipe foram contratados pela rede H&M (concorrente da C&A no mundo), para serem estrelas de uma nova campanha. Madonna, inclusive, desenhou um agasalho exclusivo. Saiba mais aqui.

» A exposição X-STaTIC PRO=CeSS, feita em 2003 por Madonna e o fotógrafo Steven Klein, voltou em duas novas instalações feitas em Moscow e Japão.

» Em certo momento no show de Moscow, Madonna chamou sua equipe para o palco e pediu para todos, junto com o público, cantarem versos de uma música que pede pela paz mundial. Era a canção Give Peace A Chance de John Lennon.

» Sempre expressando sua vontade pela paz mundial, na apresentação da canção Forbidden Love os dançarinos aparecem com o símbolo muçulmano e judeu desenhados na barriga e, baseado na letra da música, simulam um casal.

» No último show realizado em Paris, dia 31/agosto, Madonna surpreendeu todo o público ao chamar para o palco o cantor Lenny Kravitz! Cantaram e duelaram as guitarras juntos nas canções "I Love New York" e "Ray of Light" deixando a platéia literalmente abismada!

» No Japão, país que ficou, assim como nós brasileiros, 13 anos sem ter um show dela por lá, teve algumas surpresas: No meio do show Madonna surgiu vestindo uma peruca loirézima channel (a mesma usada no clipe de "Jump", que dias antes todos achavam ser cabelo dela mesmo) e na parte acústica vestiu uma camiseta escrito "Japaneses Do It Better" (como usou em alguns países na turnê passada, "Re-Invention tour"). Na canção "Ray of Light" os dançarinos surgiram com máscaras do "Power Rangers"!


fotos: madonnalicious

» Aproveitando sua estadia pelo Japão, Madonna filmou o clipe da canção "JUMP", último single a ser lançado do álbum "Confessions on a Dance Floor".

» No dia do aniversário de Madonna, 16 de agosto, teve show em Londres e foi filmado para ser utilizado no DVD. Nós do MadonnaOnline estivemos presentes nesse dia e relatamos tudo o que rolou por lá.

Após a canção "Let It Will be", cansada, ela deitou-se nos degraus do palco e foi surpreendida pelas backing vocals Donna DeLory e Nicky Richards, que agradeceram por Madonna existir no mundo, e iniciaram um sentimental 'Parabéns Prá Você'. Madonna, visivelmente emocionada fez uma retrospectiva do que aconteceu em sua vida no último ano e falou sobre união. (afinal, foi há exatos 1 ano que Madonna havia tido um sério acidente: caiu do cavalo e quebrou 10 ossos)

"Sim, hoje é meu aniversário e o show está sendo filmado. Muita coisa acontecendo em um dia só, certo? Eu não podia imaginar uma forma melhor de passar meu aniversário, e pra ser sincera, este está sendo muito, mas muito melhor do que no ano passado, quando eu estava estirada na cama, com 10 ossos quebrados, recebendo injeções de morfina. Se alguém me dissesse que aquele seria um ano maravilhoso eu responderia 'Tá bom, e eu sou a Rainha da Inglaterra'.

Eu agradeço e me sinto abençoada e amada. Eu também quero falar pra todos que estão vendo o show de hoje ao redor do mundo (Madonna fala diretamente para uma audiência virtual, a do DVD). Eu vejo bandeiras de diferentes países na platéia, vejo Austrália, vejo França, vejo Itália E VEJO BRASIL.

Vejo pessoas com diferentes nacionalidades, cor de pele, falando várias linguas, diferentes crenças, educação e diferentes pontos-de-vista. Somos tão diferentes, e, estamos aqui, com um objetivo em comum. Isto é uma prova que podemos fazer o mesmo com o resto do mundo. O melhor presente de aniversário que vocês podem me dar, do fundo do meu coração, e que deixem esse lugar com a certeza da unidade e da união."

 

» O dançarino Cloud Campos, aquele japonesinho, deu um criativo presente para Madonna no dia de seu aniversário: fez um clipe mostrando para Madonna tudo o que ela proporcionou para sua equipe durante a turnê. Para assistir, dê o PLAY abaixo:

» A rede de televisão NBC comprou os direitos de transmissão do show e o transmitiu no dia 22/novembro nos EUA e 07/Dezembro na America LAtina (pela HBO). Foram gravados 2 shows realizados em Londres nos dias 15 e 16 de agosto, dia do aniversário de Madonna. A edição ficou a cargo do diretor Jonas Akerlund (que dirigiu "I'm Going to Tell You a Secret" e "Re-Invention Tour") e o resultado é espetacular! Porém, na TV, cortaram 4 músicas: "Sorry Remix", "Paradise (Not for Me)", "Drowned World" e a fóssil "Lucky Star". O show na íntegra sairá apenas no DVD.

» O DVD oficial foi lançado dia 30 de Janeiro/2007 em dois formatos: DVD e DVD+CD com algumas canções ao vivo. Os extras do DVD são uma galeria de fotos e um video de 12 minutos com os bastidores do show. Abaixo a capa feita por Giovanni Bianco, que traz uma imagem do video exibido na canção "Future Lovers".

» No Brasil o CD+DVD também foi lançado na embalagem digipack (uma caixinha de papelão) deixando o material bem mais simpático!

» Em outubro/2008 foi lançado um livro repleto de imagens raras do show e dos bastidores, chamado "MADONNA CONFESSIONS". O responsável pelos clicks foi Guy Oseary, empresário de Madonna que também se arrisca como fotógrafo. O livro é em capa dura, possui mais de 200 páginas e 250 fotos. A direção de arte é de Giovanni Bianco e não foi lançado no Brasil mas é fácil achá-lo em livrarias de artigos importados. Toda a renda é revertida ao projeto benecifence de Madonna, o Raising Malawi. Para saber mais, clique aqui

 

 

 


Esses são alguns dos vídeos projetados durantes as performances.


Future Lovers/I Feel Love


Outra edio divlgada no site do Steven Klein sob remix The Best Revenge do Fischerspooner.


Get Together


Like a Virgin


Forbidden Love


Sorry 1


Sorry 2


Like it or Not


Sorry Remix


Ray of Light


Music - Intro


Lucky Star


Hung Up


Everybody
(canção que acabou sendo excluída mas teve vídeo produzido)


» Esses são os valores finais de quanto a "Confessions Tour" faturou. Foram 60 shows em 25 cidades diferentes e arrecadou mais de 194 MILHÕES DE DÓLARES.
Na época havia batido o recorde por ser A TURNÊ DE UMA ARTISTA FEMININA QUE MAIS LUCROU NA HISTÓRIA DA MÚSICA, porém em 2008 Madonna bateu seu próprio recorde com a "Sticky & Sweet Tour".
Confira tabela completa abaixo:

 

Confira o programa do show sob direção de arte de Giovanni Bianco. Infelizmente não contém fotos inéditas e sim um re-trabalho com as fotos já usadas na divulgação do álbum "Confessions on a Dance floor". Para folheá-lo, basta passar o mouse nos cantos das "páginas", pressionar o botão e arrastar suavemente para o lado esquerdo.

 

Essas foram as datas, cidades e países por onde a "Confessions Tour" passou. Os ingresos esgotaram-se meses antes das apresentações.

 

Esses são os pôsteres de divulgação que foram espalhados ao redor do planeta (e você viu antes pelo MadonnaOnline):


ATENÇÃO:
CÓPIA PARCIAL OU INTEGRAL É TERMINANTEMENTE PROIBIDA
Caso tenha interesse em algo, entre em contato conosco.

www.MadonnaOnline.com.br



voltar